O novo prazo para se adequar ao PQFL encerra em 31/12. Saiba como elaborar!

Você trabalha com produção de leite? Então, certamente, já ouviu falar sobre o Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite - PQFL, não é verdade?

crédito: Regina Groenendal - IBS


Trata-se de um documento de descrição e implantação que indica a qualificação de fornecedores de leite é obrigatório aos estabelecimentos de laticínios de todo o Brasil, pois funcionará como uma ferramenta capaz de auxiliar na manutenção e na qualidade do leite captado por laticínios de todo o Brasil.

Porém, por solicitação do Grupo de Trabalho da Câmara Setorial do Leite, em resposta ao curto prazo proposto para adequação às alterações solicitadas no PQFL em agosto de 2020. O prazo de entrega do documento foi prorrogado, agora poderá ser protocolado junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA até 31 de dezembro de 2020.

Portanto, não se acomode! O prazo está encerrando e você precisa elaborar esse plano o quanto antes. Confira nosso texto e entenda o que você deve fazer.


PQFL: entenda o que é e para que serve

O Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite foi instituído pela nova instrução normativa do leite: I.N. 77/2018 do MAPA.

Mas, você sabe para que serve este plano?

O PQFL nada mais é que um plano de controle obrigatório, elaborado por indústrias, laticínios, ou por cooperativas de leite. Neste plano, são apresentadas todas as ações do laticínio, tais como: políticas em relação aos seus fornecedores de leite, assistência técnica, assistência gerencial e capacitação de todos os seus fornecedores, com foco em gestão e boas práticas na propriedade.

Por isso, engana-se quem pensa que este é apenas um documento que pode ser rapidamente preenchido. Ele é muito mais que isso e chega para qualificar os fornecedores de leite, permitindo melhorias contínuas nas boas práticas e gestão da propriedade de cada um deles.

A consequência principal deste plano é a maior qualidade do produto final, o leite, trazendo benefícios para todo o setor.

Por que o prazo para entrega do PQFL foi prorrogado

A prorrogação da adequação ao PQFL foi uma decisão do colegiado do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (DIPOA), que é um órgão do Ministério da Agricultura. A prorrogação se deu a partir de solicitação feita por Grupo de Trabalho da Câmara Setorial do Leite.

Essa prorrogação foi necessária por causa da alteração de um formulário que passa a contemplar descrições também sobre ações emergenciais a serem desenvolvidas pelos estabelecimentos, além das ações relativas às boas práticas agropecuárias.

Na prática, a prorrogação foi feita para possibilitar a readequação das respostas nos campos a serem preenchidos no formulário, bem como as adequações necessárias no plano de autocontrole de matérias-primas, onde este deverá constar. Dessa forma, é preciso entender as novas recomendações para que você não erre no preenchimento do formulário.

E mais uma vez vale ressaltar: o prazo está acabando e o documento deverá ser entregue ao MAPA até 31 de dezembro de 2020.

Como elaborar o PQFL? O PQFL é caracterizado como um processo contínuo e evolutivo onde os esforços visam qualificar ininterruptamente os fornecedores de leite, que melhoram ou aprimoram suas Boas Práticas Agropecuárias, tendo como referência dados estatísticos de controle da matéria-prima e relatórios de acompanhamento da propriedade.

Assim, algumas etapas muito importantes devem ser consideradas para elaboração do PQFL e que incluem:

a) Diagnóstico de situação;

b) Categorização dos fornecedores;

c) Ações a serem implantadas para cada categoria de fornecedores;

d) Monitoramento e Registros;

e) Verificação, Auditorias e Registros.

Vale salientar que a etapa de diagnóstico de situação é uma das mais importantes. Afinal será a partir dela que será possível identificar possíveis gargalos que precisam ser solucionados.

Dessa forma, quanto melhor for realizada esta etapa, maior é a chance de sucesso no cumprimento do PQFL e menores serão as ocorrências de desvios. Isto significa menos retrabalho e obviamente, melhores resultados.

O plano é obrigatório para os três níveis de inspeções: Serviço de Inspeção Municipal (SIM), Serviço de Inspeção Estadual (SIE) e o Serviço de Inspeção Federal (SIF).

Para nortear as indústrias de laticínios na elaboração de seus PQFL, o próprio MAPA lançou o “Guia Orientativo para Elaboração do Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite – PQFL”.

Neste guia, constam informações e orientações importantes que auxiliam as indústrias a descrever e implantar seus próprios PQFL etapa a etapa, com informações relevantes a respeito dos controles e procedimentos que obrigatoriamente devem constar no plano. O documento (guia) contempla a estruturação do plano PQFL disposta da seguinte forma:

· Diagnóstico de produtores

· Objetivos do plano de qualificação

· Procedimentos de auditorias

· Documentos

· Registros

Contempla também os requisitos para a estruturação do programa de Boas Práticas Agropecuárias – BPA, em atendimento ao Art. 9 da I.N. 77/2018 MAPA.

Este guia encontra-se disponível neste link, para que possa ser baixado gratuitamente no próprio site (https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/producao-animal/plano-de-qualificacao-de-fornecedores-de-leite) do Ministério da Agricultura.

Você deve baixar também o Formulário de Apresentação do PQFL (https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/producao-animal/plano-de-qualificacao-de-fornecedores-de-leite), também disponível no site do MAPA e que apresenta informações orientativas.

Não ache que o PQFL é um documento simples e rápido a ponto de deixá-lo para a última hora. Este documento é bastante completo e cheio de informações. Portanto, elabore seu plano o quanto antes!


Você ainda tem dificuldades em elaborar o PQFL? Então acesse este link (https://www.milkpoint.com.br/checkmilk-ibs-lp/) e baixe um guia especial que vai ajudá-lo nessa elaboração do plano.

Checkmilk é uma plataforma digital brasileira para Qualificação e Desenvolvimento de Fornecedores de Leite e tem como propósito prover o mercado lácteo (laticínios e usinas de leite), com soluções e ferramentas de suporte.

Atendimento

Segunda à sexta-feira, das 8h às 18h

Sábado das 8h às 13h

EVENT

Campo Grande/MS

​Tel.: (67) 3201-4198

Rua Pedro Celestino, 3839 | Monte Castelo

Campo Grande – MS | CEP 79010-780

  • Facebook
  • Siga o IBS no Instragram!

© 2023 Sistema CheckMilk. Desenvolvido por IBS – Instituto BioSistêmico. Orgulhosamente criado por Studio Hangar 16