IBS promove segunda rodada de reuniões sobre cooperativismo no Projeto Cooplaf Leite


O Instituto BioSistêmico (IBS) realizou a segunda rodada de reuniões para o fortalecimento do cooperativismo entre os produtores atendidos no Projeto Cooplaf Leite, nos assentamentos da região do município de Terenos, no Mato Grosso do Sul. Conduzidos pelo consultor do IBS, Moacir Kretzmann, os encontros foram realizados entre o final do mês de junho e início do mês de julho.


“Seguimos trabalhando para reforçar o engajamento produtivo e a mobilização para o

desenvolvimento do cooperativismo, destacando o papel das mulheres e dos jovens neste processo”, relata Moacir.


Conforme explica o consultor do IBS, foram realizadas quatro reuniões com diferentes núcleos de produtores. Nesses encontros, ele abordou a importância da educação, formação e informação que integram o quinto princípio do cooperativismo, o qual contribui para estreitar e fortalecer o relacionamento entre cooperados e cooperativa.


“A organização por núcleos, que formam a base social ou o quadro social dos sócios, permite desenvolver melhores estratégias de conexão, de relacionamento entre a cooperativa e os sócios, com melhorias significativas para a gestão da entidade”, acrescenta Moacir.


De acordo com a presidente da Cooplaf, Maria Nelzira Garcia, o ordenamento dos cooperados em grupos menores facilita a comunicação da cooperativa com eles. “Melhora a integração entre os produtores, assim como o aproveitamento dos treinamentos, palestras e monitoramento, com alcance de bons resultados coletivos”, avalia Maria.


As reuniões sobre cooperativismo realizadas pelo IBS integram as atividades satélites previstas no Projeto Cooplaf Leite. O objetivo é promover a integração entre todas as ações que estão sendo desenvolvidas, nas áreas de manejo reprodutivo e sanitário, gestão zootécnica e nutrição animal.





Sobre o projeto


O Projeto Cooplaf Leite foi concebido pelo Instituto BioSistêmico com o objetivo principal de promover o desenvolvimento da pecuária leiteira junto aos cooperados da Cooperativa Agrícola Mista da Pecuária de Corte e Leiteira e da Agricultura Familiar (Cooplaf), entidade com sede no município de Terenos, no estado de Mato Grosso do Sul, na região Centro-Oeste do Brasil.


Executada pelo IBS, a iniciativa conta com apoio de recursos da Fundação Zoetis e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) do estado do Mato Grosso do Sul. Também é contemplado com o apoio institucional e acadêmico da Unimar – Universidade de Marília.


Esse é mais um projeto de pecuária executado pelo Instituto BioSistêmico que usa a

metodologia CheckMilk, que conta com a plataforma com sistema de gestão e aplicativo para as equipes técnicas e para os produtores. O sistema facilita a gestão do projeto e o aplicativo auxilia o produtor no dia a dia, como um suporte, uma extensão da consultoria do IBS que pode ser acessada a qualquer hora na palma da mão.

2 visualizações0 comentário